top of page

TUDO que você precisa saber sobre Tela de Reforço


A tela de reforço é um material utilizado para estruturar o sistema de impermeabilização, aumentando a resistência ao rasgo e à tração. Outra função dessa tela, que pode ou não ser resinada, é distribuir as tensões em regiões de maiores movimentações, como cantos e ralos.


Esse material é importante por ser elástico e ajudar na impregnação das membranas impermeabilizantes, mas...


Você conhece os tipos disponíveis?

Quando devem ser utilizados?

Como é feita a aplicação?


Se as respostas forem não, acompanhe a seguir!


Tipos de telas


Tela Crua

Recomendada para estruturação de elastômeros de impermeabilização a frio (com base asfáltica, acrílica ou betuminosa). Também usada como reforço na impermeabilização de reservatório de água (zona de fissuras e juntas de concretagem).


As telas são de um tecido 100% poliéster, especialmente projetada para moldados “in loco”. Possuem uma grande durabilidade, elasticidade, baixo peso e resistência elevada à tração, alongamento, ruptura e rasgamento.


Tela Engomada

É a mesma tela 100% poliéster passada por um banho de goma para maior firmeza do tecido. Sua especificação técnica é a mesma das telas cruas ou fixadas, só que passa por um banho de goma, garantindo assim uma maior firmeza do tecido.




Vinitrinca

É uma tela flexível em poliéster de alta tenacidade, revestida com PVC, desenvolvida especialmente para sanar e prevenir problemas com trincas e fissuras, proporcionando reparos com baixo custo e facilidade de execução.


Seu revestimento em PVC protege a tela da alcalinidade do cimento ou argamassa, evitando o apodrecimento do poliéster. É uma tela para correção ou prevenção de trincas e fissuras, ela não corrige problemas causados por estruturas, como rachaduras graves.


Argatela


Tela confeccionada em poliéster de alta tenacidade, revestida em PVC. A Argatela apresenta uma alta durabilidade por não sofrer a ação alcalina da argamassa, justamente por ser revestida com PVC.


Especialmente criada para armação e revestimento de paredes, estruturação e revestimento de alvenarias e especial para argamassas na prevenção total de fissuras.


Tela de Fibra de Vidro

As telas para reforço em fibra de vidro álcali resistentes substituem as telas metálicas galvanizadas, ideal para reforçar estruturalmente o concreto, contrapisos, rebocos e placas cimentícias. O uso dessa tela traz resistência, leveza e durabilidade à obra.


A tela de fibra de vidro, é fabricada com cobertura química, o que a torna álcali resistente. Essa proteção faz com que a tela não sofra corrosão, oxidação ou apodrecimento decorrente do contato com o cimento. São fáceis de instalar, manusear e muito mais leves, diminuindo o peso das construções.


Quando devo utilizar a tela de reforço em minha obra?


O uso de tela de reforço é essencial para áreas com movimentação e detalhes construtivos. Por isso, a aplicação desse estruturante deve estar no cronograma da obra para as seguintes situações:


· Encontros entre pisos e paredes

· Encontros entre concreto e alvenaria

· Interfaces dos ralos

· Tubulações passantes

· Reparo de fissuras


Além disso, em alguns ambientes como lajes de maiores dimensões ou solicitações, tanque e piscinas, é indicado estruturar toda a área, garantindo maior reforço para o sistema. Outra situação que é bastante comum utilizar telas de reforço é nas interfaces das estruturas pré-moldadas, como encontros entre placas drywall e contrapiso. Por se tratar de um ponto descontínuo da estrutura, dessa forma o uso das telas serve para dar segurança e durabilidade para o sistema impermeabilizante.


Em quais tipos de impermeabilizantes as telas devem ser aplicadas?


As telas podem ser utilizadas nos seguintes sistemas:


· Argamassas poliméricas

· Membranas acrílicas

· Membranas cimentícias

· Membrana asfáltica

· Membranas de poliuretano


ATENÇÃO: em produtos com cimento, como as argamassas poliméricas, a tela estruturante deve ser engomada para resistir a alcalinidade do produto.

Nesses produtos também é importante que a malha seja mais aberta, em torno de 1,5 a 2,0mm, de modo que o material consiga transpassar e incorporar bem o estruturante.


Mas... como é feita a aplicação?

A aplicação deve acontecer após a primeira demão do impermeabilizante (ainda fresco). Uma dica importante é que o estruturante deve ser totalmente incorporado, sem que nem suas pontas apareçam. A aplicação também tem que garantir que rugas e dobras não sejam formadas, fazendo com que a camada do impermeabilizante fique totalmente uniforme e sem falhas.

É preciso ter muita atenção a essa parte porque telas de reforço mal instaladas podem gerar delaminações entre as camadas do sistema. Por isso, é extremamente importante que ela seja sempre aplicada logo após a primeira demão da membrana.


Este artigo foi útil para você?

Gostou de conhecer melhor sobre telas?

Agora que você já sabe, entre em contato conosco para garantir o melhor preço, além da qualidade todo auxílio técnico necessário.


155 visualizações0 comentário
006 (1).png
bottom of page