top of page

Quanto custa uma Impermeabilização bem feita?


Quando falamos em problemas em obras, você há de concordar que infiltração aparece na maioria dos casos, não é? Seja qual for a manifestação patológica, pode ter certeza que há falha de impermeabilização envolvida.


Nós que trabalhamos na área da construção civil há anos, notamos que muitas das manifestações patológicas que surgem em edificações têm sua origem em uma falha na impermeabilização. Muitas vezes, as pessoas subestimam a capacidade da água fazer estragos enormes nas construções e acabam tomando atitude apenas quando acontece algo muito grave.


E na maioria das vezes o custo de reparo é alto e nem sempre reversível. Por isso, sempre dizemos que o melhor a se fazer é impermeabilizar toda a obra da maneira correta, além de realizar as manutenções periódicas. Por isso já te digo de antemão que não vale a pena economizar em impermeabilização, combinado?


Pode parecer exagero, mas muitas vezes quando surge algum problema na obra e tentamos entender sua causa, é comum verificarmos que se tivesse sido realizada uma impermeabilização correta, todo o transtorno poderia ter sido evitado. Nem sempre é dado o devido valor para a real importância da impermeabilização, mas garanto que se ler este artigo até o final vai entender do que estamos falando!


A falta ou uso inadequado da impermeabilização compromete a durabilidade da edificação, causando prejuízos financeiros e danos à saúde. A água infiltrada nas superfícies e nas estruturas afeta o concreto, sua armadura, as alvenarias. O ambiente fica insalubre devido à umidade, fungos e mofo, diminuindo a vida útil da edificação, sem falar no desgaste físico e emocional do proprietário ou usuário que sofre com a má qualidade de vida causada pelos problemas existentes no imóvel.


Em qualquer atividade que envolve canalização de recursos financeiros temos que analisar a chamada “relação custo/benefício”. Em impermeabilização não é diferente.

Se estudarmos o custo de uma boa impermeabilização, veremos que varia entre 1% a 3% do custo total da obra. Se os serviços forem executados apenas depois de constatar problemas com infiltrações na edificação já pronta, o custo com a impermeabilização ultrapassa em muito este percentual. Isto porque refazer o processo de impermeabilização pode gerar um acréscimo de 10% a 15% do valor do serviço.



Devido aos altos índices de manifestações patológicas que vêm ocorrendo nas edificações busca-se, cada vez mais, a garantia e o controle da qualidade em todo o processo construtivo.


Desta forma, a qualidade final do produto depende da qualidade do processo, da interação entre as fases do processo produtivo e da intensa retroalimentação de informações, fatores que proporcionam a melhoria contínua.


Um dos fatores de prováveis vazamentos em edificações vem da ausência do Projeto de Impermeabilização. Como em tudo na construção civil, a impermeabilização também deve ser pensada em detalhes, usando as especificações corretas tanto em termos técnicos quanto atendendo às normas específicas.


A falta do planejamento e consequente serviço feito desordenadamente pode ocasionar, entre outros, os seguintes problemas:

• Retrabalhos de instalações hidráulicas;

• Enchimentos desnecessários

• Mudança no dimensionamento final dos acabamentos;

• Manutenções e reparos futuros na própria impermeabilização, diminuindo sua vida útil.


Ficou com alguma dúvida? Faça contato conosco.

Não deixe de conferir nossas ofertas, acesse www.isocomimpermeabilizantes.com.br e não perca nenhuma novidade!



122 visualizações1 comentário

1 Comment


006 (1).png
bottom of page